Tudo Sobre Futebol

Tudo Sobre Futebol
...

Páginas

domingo, 23 de março de 2014

Primeiro campeão de seu país na Inglaterra, Valencia é o nome do Equador na Copa

Suas atuações numa Copa do Mundo o alçaram ao maior salto da carreira. Aos 21 anos,Antonio Valencia desembarcou na Inglaterra para defender o Wigan depois de ajudar o Equador a avançar pela primeira vez às oitavas de final de um Mundial.
Ele chegou à Alemanha em 2006 como jogador do Villarreal (e que esteve emprestado ao Recreativo Huelva). No Wigan fez três temporadas em alto nível até ser contratado pelo Manchester United em junho de 2009. Cinco anos depois, aos 28 anos, o meia é o principal nome do time que chega ao Brasil para ao menos repetir a façanha de 2006, quando caiu para a Inglaterra nas oitavas de final após derrota apertada por 1 a 0. 
"Valencia tem a experiência internacional que precisamos para nos convencer que podemos fazer um bom papel no Mundial. Será importantíssimo para nós", disse Reinaldo Rueda, técnico do Equador, durante seminário da Fifa no último mês de fevereiro em Florianópolis. 
A única preocupação de Rueda é com a má fase do Manchester United no Campeonato Inglês. O time está longe da disputa pelo título e também de um posto entre os quatro primeiros colocados. "Provavelmente se (Valencia) continuar com essa sequência negativa em seu clube, vai influenciar, mesmo que ele esteja muito claro e comprometido com a seleção", comentou Rueda ao jornal "El Telégrafo".
Do grupo equatoriano que vem ao Brasil, apenas Valencia e Segundo Castillo, zagueiro do Al-Hilal, estiveram na Alemanha em 2006. Para Rueda, o currículo do meio-campista será fundamental. "Vai ser muito positivo para que possamos compensar essa falta de experiência. Nossa equipe é muito jovem", comentou. 
Valencia é de longe o nome mais reconhecido do elenco do Equador. Foi o primeiro jogador do país a ser campeão da Premier League (foram dois troféus). Vestindo uma das camisas mais pesadas do futebol mundial, o meia tem sido muito utilizado por David Moyes nesta temporada. Foi titular em sete dos oito jogos da equipe na Liga dos Campeões, inclusive no encontro decisivo contra o Olympiacos em que o time inglês conseguiu sua classificação para as quartas de final. 
Apesar da má fase do United, o equatoriano mantém com Moyes a média de atuações que tinha com Alex Ferguson nas últimas temporadas. Já foram 23 aparições na Premier League (foram 30 na última temporada). Valencia nunca foi artilheiro e mantém os números "modestos" nesse quesito. São quatro gols até aqui na temporada. Ao todo foram 21 gols em 183 jogos pelo Manchester United. 
Final na estreia
No Brasil ele tentará marcar o primeiro gol em Copas. Na Alemanha foram quatro jogos e ele passou em branco. O grupo do Equador em 2014 permite o país a sonhar. O sorteio tirou os equatorianos de um cabeça de chave mais tradicional e o colocou no grupo E, da Suíça, ao lado de França e Honduras. A estreia contra os suíços, dia 15 de junho, em Brasília se apresenta para os equatorianos como uma "final" no sonho de alcançar a classificação contra a seleção, que em tese, é a segunda força do grupo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário