Tudo Sobre Futebol

Tudo Sobre Futebol
...

Páginas

domingo, 29 de junho de 2014

Em tarde pouco inspirada, Nigéria e Irã empatam sem gols

Em tarde pouco inspirada, Nigéria e Irã empatam sem gols Jewel Samad/AFP
Nigéria e Irã se enfrentaram na Arena da Baixada em um jogo que não poderia ter outro resultado. A partida tinha jeito de 0 a 0, finalizações de 0 a 0, passes errados de 0 a 0 e uma total falta de criatividade digna de um placar zerado. Não deu outra: a torcida que lotou - e fez muita festa - em Curitibavoltou para casa sem ter visto nenhuma comemoração de gol.

Esse foi a primeira partida que terminou sem gols na Copa do Mundo de 2014. O torneio, que está surpreendendo pela qualidade dos jogos e pelo alto número de tentos marcados, conheceu a sua primeira partida fraca tecnicamente. E também o seu primeiro empate. Antes dos jogos desta segunda-feira, a média de gols marcados por jogo do Mundial era de 3,5.

Aos sete minutos, um lance bizarro. Após um levantamento na área, o goleiro iraniano subiu e acabou trombando com a sua própria zaga e com o jogador nigeriano Musa. A bola passou por eles e houve um bate-rebate dentro da pequena área que culminou com um balão do zagueiro Heydari contra o próprio gol. A bola estufou a rede. Um dos gols contra mais horrorosos de todas as Copas foi anulado por conta de uma falta em cima do goleiro Haghighi, no primeiro lance. Melhor assim. 
A bola na rede, apesar de não valer gol, animou os nigerianos, que partiram para a pressão. A equipe do volante Obi Mikel trocava muitos passes no ataque à espera de um espaço para abrir o placar. A seleção iraniana se mantinha fechadinha, aguardando uma bola para encaixar um contra-ataque e tentar definir o jogo.
A festa que os torcedores faziam na Arena da Baixada, em Curitiba, não combinava com o espetáculo que era mostrado em campo. O primeiro tempo seguiu amarrado, com poucas chances de gol e muita marcação.

No segundo tempo a Nigéria assumiu a sua condição de favotira no jogo. Passou a controlar mais as ações da partida e tomou conta da posse de bola. A superioridade, entretanto, não foi revertida em gols. Pelo contrário, o goleiro iraniano Haghighi teve poucas chances de sujar seu uniforme no belo gramado da Arena. Os zeros seguiram inalterados no placar.
Grupo F – Irã x Nigéria – Arena da Baixada (Curitiba-PR) – 16h

Nigéria:
 Enyeama; Ambrose, Musa, Emenike, Mikel; Moses, Oshaniwa, Oboabona, Azeez (Odemwingie); Onazi, Omeruo. Técnico: Stephen Keshi.
Irã: A. Haghighi; Heydari, Haji Safi, Hosseini, Amirhossein; Nekounam, Andranik, Montazeri, Reza; Dejagah (Alireza), Mehrdad. Técnico: Carlos Queiroz (POR).

Nenhum comentário:

Postar um comentário