Tudo Sobre Futebol

Tudo Sobre Futebol
...

Páginas

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Fla reverte vantagem, vence Coritiba nos pênaltis e avança na Copa BR

O Flamengo surpreendeu até o seu torcedor mais otimista na noite desta quarta-feira. Mesmo após colocar a Copa do Brasil de lado na primeira partida e perder por 3 a 0, o Rubro-negro se recuperou e reverteu a vantagem do Coritiba no Maracanã. O time venceu por 3 a 0 - gols de Alecsandro (2) e Eduardo da Silva - no tempo normal e também bateu o rival nos pênaltis por 3 a 2. Zé Love, Helder, Dudu e Carlinhos desperdiçaram para o Coxa. O goleiro Paulo Victor fez duas defesas. Alecsandro e João Paulo erraram no lado dos donos da casa.
Com isso, os cariocas avançaram às quartas de final e estão vivos na luta pelo tetracampeonato do torneio. O adversário na próxima fase será o América-RN, que eliminou o Atlético-PR. Antes, porém, os comandados de Vanderlei Luxemburgo concentram-se novamente no Campeonato Brasileiro. No sábado, o time recebe o Grêmio, às 18h30, no Maracanã. Já o Coritiba visita o Bahia, domingo, às 18h30, na Fonte Nova.
Fases do jogo: Ao contrário do esperado, o Flamengo não partiu com tudo para reverter a boa vantagem do Coritiba. O dono da casa teve dificuldades para criar e esbarrou na boa cobertura paranaense. Além disso, o técnico Vanderlei Luxemburgo teve problemas e precisou fazer logo duas alterações. Luiz Antônio e Paulinho saíram lesionados e foram substituídos por Leo Moura e Everton, respectivamente.
Mas um jogo que caminhava para o empate no primeiro tempo deu um gás extra ao Rubro-negro já na parte final. Aos 48min, Alecsandro colocou os cariocas na frente depois de pênalti cometido por Zé Love em João Paulo. O gol inflamou a torcida para a segunda etapa e renovou a esperança na classificação.
E o Flamengo ampliou logo no início do segundo tempo. O árbitro assinalou novo pênalti após cruzamento de João Paulo que tocou no braço de Norberto, aparentemente sem intenção. Aos 11min, Alecsandro cobrou, marcou e colocou ainda mais fogo no jogo. O Coritiba sentiu o gol, mas o Rubro-negro também parou. Aos 35min, o esperado tento apareceu. Everton conseguiu bela arrancada e cruzou. Eduardo da Silva estufou a rede de Vanderlei e assinalou o terceiro do Flamengo na partida.
Foi o suficiente para levar a disputa da vaga para os pênaltis e o Maracanã ao delírio. Zé Love, Helder, Dudu e Carlinhos erraram as cobranças para o Coritiba. Alecsandro e João Paulo desperdiçaram para o Flamengo. Coube ao argentino Canteros cobrar a penalidade da vaga depois de duas defesas do goleiro Paulo Victor. Festa da torcida em uma noite que terminou com a classificação histórica na Copa do Brasil.
O melhor: Alecsandro - Teve frieza para cobrar os dois pênaltis no tempo normal e deixar o Flamengo vivo na luta pela classificação.
O pior: Paulinho - Segue sem render o esperado na temporada. Errou bastante e saiu machucado para a entrada de Everton.
Chave do jogo: O segundo pênalti assinalado pela arbitragem a favor do Flamengo foi fundamental para colocar o time carioca na briga pela vaga.
Para lembrar: O Flamengo teve cinco pênaltis a favor nos últimos cinco jogos. Todos foram convertidos em cobranças de Leo Moura, Mugni e Alecsandro (3).
FLAMENGO (3) 3 X 0 (2) CORITIBA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Renda: R$ 477.610,00
Público: 18.559 pagantes; 20.450 presentes
Cartões amarelos: Chicão, Everton e Samir (Flamengo); Rosinei, Zé Love, Gil e Alex (Coritiba)
Gols: Alecsandro, aos 48min do primeiro tempo e aos 11min do segundo tempo, Eduardo da Silva, aos 35min do segundo tempo
FLAMENGO
Paulo Victor; Luiz Antônio (Leo Mora), Chicão, Samir e João Paulo; Recife, Márcio Araújo, Canteros e Gabriel (Eduardo da Silva); Paulinho (Everton) e Alecsandro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CORITIBA
Vanderlei; Norberto, Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; Gil (Robinho), Helder, Rosinei (Baraka) e Dudu; Martinuccio (Alex) e Zé Love
Técnico: Marquinhos Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário